Mitologia Grega: Casamento

Na mitologia grega, o casamento visa fecundidade e fertilidade. É um ritual onde a noiva é “raptada” da casa dos pais para sua nova casa. O mundo moderno mantém de certa forma este ritual: as noivas são transportadas nos braços do marido para dentro do novo lar ou do quarto na primeira noite de núpcias. (Junito de Souza Brandão, 1987)

Fonte da imagem: mitologia.huum.com.br/files/2012/07/Zeus-e-Hera.jpg


Hera, por exemplo, é a deusa do casamento, deusa da Fertilidade, casada com Zeus que simboliza não apenas as forças brutas da natureza, mas, exprime a oposição à espiritualização harmonizante. (Junito de Souza Brandão, 1987)


Eros, deus do amor, nasceu do Caos e Nix, mas tem várias versões de genealogias, e por fim é considerado filho de Hermes e Afrodite. Um intermediário entre os deuses e os homens e, como o deus do amor está à meia distância entre uns e outros, preenchendo o vazio, tornando-se, assim, o elo que une o Todo a si mesmo. (Junito de Souza Brandão, 1986)


Os casamentos dos deuses mitológicos podem ser comparados à união da anima e animus: muito intensos, com muito ciúme, emoção e vingança, sem a presença do ego e da consciência.

 

Fonte do texto: ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE PSICOLOGIA JUNGUIANA, TURMA 600. CASAMENTO: A RELAÇÃO ANIMA / ANIMUS. Trabalho N° 9. André Bertolino Rodrigues, Neusa Aparecida de Lima, Silvia Regina de Paula Oliveira. São Paulo, 2013.

 

L'IRIDE

Piracicaba | Rua Jacob Diehl, 422 | Morumbi – Próximo ao Hospital Unimed

Fone: 19 2533.3510 - contato@liride.com.br

You News